Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Procissão e missa finalizam os festejos na Paróquia Nossa Senhora das Mercês

n-senhora_merces_2016

Após 10 dias de festejos, fiéis e devotos de Nossa Senhora das Mercês participaram na noite deste último domingo (25/9), da procissão e missa em homenagem à padroeira da paróquia. A celebração foi presidida pelo arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani e concelebrada pelo pároco Frei Flávio, e também contou com a presença do antigo pároco Frei Jorge e de Frei Marcos, que trouxe diretamente do município de Juruá, a mini orquestra Dom Frei Augustinho, composta pelos jovens do Projeto Tocar, que encerraram com chave de ouro a celebração.

Porém, antes de se iniciar a celebração, foi realizada uma breve caminhada pelas ruas do bairro ao redor da paróquia Nossa Senhora das Mercês, com Dom Sérgio a frente dos fiéis que iam cantando e rezando em procissão. A retorno à igreja foi por voltas das 18h40, onde foram recebidos com fogos de artifício, enquanto entravam na igreja e iam se acomodando para dar início à santa celebração que encerrou as festividades da padroeira que começaram no último dia 16 e que incluiu novenário, dois dias de arraial, carreata e várias celebrações que ao longo do período atraiu os devotos e fieis à santa.

Durante a celebração, todos os paroquianos acompanhavam atenciosos a cada momento, principalmente durante a homilia do arcebispo, que salientou a importância da festa da mãe da misericórdia. “Estamos no ano da misericórdia e celebrar Nossa Senhora das Mercês esse ano tem um gosto muito especial, porque Mercês é misericórdia, é compaixão, pois Maria mostrou sua força de mãe ao ficar aos pés da cruz, naquele momento da dor mostrando sua presença ao lado de Jesus. É muito bom ter como padroeira N.S. das Mercês. É um momento de muita festa e de muita alegria, por isso vamos pedir a ela que nos dê um coração misericordioso, que saiba perdoa e que não exclua ninguém”, disse Dom Sérgio.

Ao fim da celebração, os meninos do grupo tocar fizeram uma homenagem a Dom Sérgio cantando a música amigos para sempre, um momento de grande emoção, que arrancou aplausos da assembleia que aplaudiu de pé. “Foram 10 dias que passaram voando e hoje estamos aqui, encerrando nossos festejos com a participação especial dos jovens desse projeto, que não é mais só um projeto da nossa missão e sim de todos. Gostaria de agradecer a todos que durante todos esses dias do festejo abriram a mão e o coração, que ajudaram e participaram para que tudo isso pudesse acontecer. Que Deus abençoes a todos”, disse o Frei Flávio extremamente emocionado.

Projeto Tocar

Um dos momentos mais marcantes foi próximo do fim da celebração, quando o jovem Arilson Cavalcante, um dos músicos do Projeto Tocar, contou um pouco da história do projeto e fez um agradecimento, de maneira bem humorada, em nome do grupo todo, contando sobre suas dificuldades e suas conquistas e salientando a alegria de saírem do interior do Amazonas e hoje estarem na capital, realizando um sonho ao tocar nos eventos da igreja.

“Fomos muito bem recebidos aqui e não nos deixaram faltar nada, inclusive estamos até um pouco mais cheinhos de tanta comida que estão nos dando. Para nós todo esse momento é realmente um sonho, pois nós começamos a aprender tocar praticamente no início do ano e fomos estudando para nos aperfeiçoar e fazer o melhor a cada apresentação e hoje só temos a agradecer”, comentou Arilson que é um dos 15 músicos que compõe a mini orquestra.

montagem_n-s-merces_2016

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz