Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom José celebra missa de envio de missionários à Amazônia na Diocese de Lins – São Paulo

A Diocese de Lins (SP) celebrou, na tarde desta quinta-feira, dia 22 de setembro, o envio do padre Matheus Lopes Ferreira e o diácono Luiz Delavor à arquidiocese de Manaus – Amazônia. Os missionários unem-se à Equipe do Projeto Missionário entre o Regionais Norte 1 (Amazonas e Roraima) e o Sul 1 (São Paulo). A Missa foi presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus, Dom José Albuquerque de Araújo e concelebrada por Dom Francisco Carlos, Bispo de Lins; padres Reginaldo Marcolino, cura da Catedral; Francisco Arcanjo, coordenador diocesano de pastoral; João Dechamps, secretário adjunto do Regional Sul 1 e outros padres da cidade e diocese, além da participação de fiéis, amigos e outros convidados.

Na homilia, Dom José destacou a missão da Igreja no mundo, especialmente a missão da Igreja na Amazônia. Segundo o arcebispo a Igreja é chamada a ser um sinal de esperança. A Amazônia tem um rosto bem particular, visível o rosto de Cristo. “A nossa arquidiocese de Manaus tem um rosto marcado com traços indígenas, e com a presença nordestina. É uma igreja dinâmica, viva e carente de vocações, mas hoje já temos esperanças de religiosos que estão saindo da Amazônia para outros lugares do mundo. Queremos também compartilhar da nossa pobreza e colaborar com a missão da Igreja”.

O bispo disse que podemos ver Jesus de forma muito concreta, não só na Eucaristia, não só nos sacramentos, mas podemos ver Jesus também no rosto dos irmãos sofridos e marginalizados. O povo que está na Amazônia, de fato, muitos deles são esquecidos pelos poderes públicos, os povos indígenas, os ribeirinhos, e os imigrantes. Os desafios são inúmeros mas temos muita fé que Cristo armou sua tenda entre nós. Certamente a Igreja na Amazônia vai acolher com muito carinho nossos dois missionários”.

Por fim, Dom José convidou todos a rezarem pelos missionários e agradeceu a diocese de Lins e ao Regional Sul 1 pelo apoio e incentivo. “Louvo a Deus pela generosidade da Diocese de Lins, o sim e a coragem de nossos irmãos. Que Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Manaus possa abençoar a vida deste dois missionários que possam ser muitos felizes neste serviço à Igreja amazônica e se sintam em casa, podendo voltar a diocese de Lins com entusiasmo, dando boa notícia da nossa arquidiocese  de Manaus”, assegurou o arcebispo.

O Bispo de Lins, Dom Francisco, que também fez o envio missionário se manifestou e disse, “Partindo do meu lema episcopal “Ide para a vinha”, é uma alegria muito grande encontrar na diocese essa possibilidade de poder enviar como missionários o padre Matheus e o diác. Luiz, que em seus corações, haviam esse ardente desejo de serem missionários. Diante de conversas e discernimento, podemos celebrar esta grande celebração de hoje, congregando a comunidade diocesana, para que oficialmente estes pudessem ser enviados como missionário para a Igreja Norte 1, especialmente a arquidiocese de Manaus”, disse o bispo.

Os dois missionários viajarão no próximo dia 27 de setembro e serão acolhidos pela Arquidiocese de Manaus, indo residir inicialmente numa paróquia de periferia que tem uma área ribeirinha. Em carta, o arcebispo de Manaus, dom Sérgio Eduardo Castriani explicou que “de principio os dois vão trabalhar na paróquia Nossa Senhora Mãe dos Pobres no bairro de Puraquequara. Este bairro tem como característica ser um espaço onde se cruzam o urbano e o rural. A paróquia tem 18 comunidades, 9 ribeirinhas no lago de Puraquequara e rio Amazonas e nove rurais. Faz parte do Setor São José Leste, um dos doze em que está dividida a Arquidiocese de Manaus. Trata-se de uma paróquia em situação de missão. Pensamos que esta missão pode ser confiada aos missionários do Sul 1 porque ao mesmo tempo que tem uma parte ribeirinha, podem ser acompanhados e participar da vida da Arquidiocese”.

O arcebispo destacou que o envio desses dois missionários à arquidiocese é motivo de muita alegria e elogia o compromisso missionário do Regional Sul 1. “Há dezoito anos recebo missionários do Sul 1, e considero um dos melhores projetos missionários da Igreja no Brasil”, destaca o arcebispo em um comunicado. Para o secretário executivo do Regional Sul 1 da CNBB, padre João Dechamps “o envio desses dois novos missionários é a expressão de uma ‘igreja em saída’. Que cada diocese redescubra a importância do entusiasmo missionário. “Todo batizado é enviado a ser discípulo missionário de Jesus aqui e além-fronteiras”.

Antes de embarcar, os missionários conversaram com o Regional Sul 1 e falaram sobre a nova missão na Amazônia.Matheus Lopes Ferreira, afirmou: “Há um desejo muito grande em meu coração de ir ao encontro das pessoas dessa Missão na Amazônia de amá-los e servi-los, de celebrar a vida e os santos sacramentos para eles. Ao mesmo tempo uma vontade de aprender com eles, inculturar-me ser uma presença alegre e misericordiosa da Igreja em suas vidas. Ser para eles aquilo que um sacerdote deve ser para um povo”. Segundo destaca o outro missionário, diác. Delavor, “levar Jesus Cristo, pão e palavra aos homens e mulheres daquela região amazônica, se solidários com os indígenas, os ribeirinhos e os habitantes que mais sofrem nos centros urbanos e o respeito ao meio ambiente” é o que lhe move para o chamado de responder a vocação missionária naquela região.

Depois de manifestarem seu interesse em fazer parte da Missão na Amazônia, padre Matheus e o diácono Delavor participaram de encontros e conversas promovidos pelo Regional Sul 1 como forma de entender um pouco mais sobre a vida naquela região.O envio de missionário está em sintonia com o que tem pedido o episcopado da Amazônia: “Na Amazônia, a Igreja é pobre, e seus pastores são pessoas simples e conscientes de seus limites. Para cumprir a missão que Deus lhes confia, precisam de que toda a Igreja seja missionária e participativa”.

 

Por  Renato Papis – Site CNBB – Regional Sul 1

Fonte: http://www.cnbbsul1.org.br

linsmontagem



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz